Gente Buscando Gente

Quadro Desaparecidos, 29 de agosto de 2013

Confira os apelos feitos hoje no Quadro Desaparecidos. Um espaço aberto no jornalismo da TV Leste para quem procura por um familiar desaparecido ou que tenha perdido o contato.


Para participar basta comparecer na Praça Getúlio Vargas no Bairro de Lourdes em Governador Valadares, Minas Gerais no horário de 12:45hs. É toda quinta-feira.




Nesta quinta-feira recebemos uma visita bem especial.

Dona Dalva Daguimar de 78 anos veio de Teófilo Otoni para participar do ‘Quadro Desaparecidos’.

Na estréia do quadro em dezembro de 2012 ela reencontrou a filha Alvacy Cesário depois de 57 anos.



Agora ela quer continuar a busca por outra filha, para então ter a felicidade completa.



Dalva Daguimar Franco dos Santos, procura pela filha MARIA DO SOCORRO SANTOS que na época da separação tinha oito anos. Ela conta que sua mãe decidiu entregar a criança para um casal porque era muito arteira e mexia sempre em suas plantas, e como era muito nova neste tempo nada pode fazer para impedir.

A criança foi dada para uma mulher de nome “Rita de Alberto Lopes”, esposa de “Manoel de Abreu”, que teriam ido morar em Uberlândia – MG.

A criança teria sido registrada na cidade de Teófilo Otoni e estudado por alguns meses na mesma cidade.


Maria Gonçalves de Azevedo procura pelo irmão OSWALDO FERNANDES SOARES que desapareceu em Governador Valadares em 11 de abril de 2007. Ele faz uso de medicamentos controlados.


Olinda Rosa Viana procura pelo irmão JOÃO BOSCO DA COSTA PASSOS que ela não chegou a conhecer. Segundo ela o irmão tem hoje 32 anos. Eles são filhos do mesmo pai. A informação que ela recebeu é que ele morou em São José dos Campos e depois se mudou para Campinas em São Paulo.


Dalva dos Reis de Andrade procura pelos irmãos JOSÉ DOS REIS DE ANDRADE, ANTÔNIO DOS REIS DE ANDRADE, NEDINA DOS REIS DE ANDRADE, MARIA DOS REIS DE ANDRADE e RAIMUNDA DOS REIS DE ANDRADE. Ela não sabe do paradeiro deles há 60 anos.


Augusta Gomes Rodrigues procura ANÍZIA RAMOS DE PAULA que tem cerca de 75 anos e pelo filho dela ADÃO LUIZ RAMOS DE PAULA que tem cerca de 50 anos.

Há três anos ela não tem notícias do Adão, e há quase cinco não sabe da Anízia.

Carlos Rodrigues falou sobre a satisfação de acompanhar histórias de pessoas que nunca pensaram em desistir.