Gente Buscando Gente

Belo Horizonte - MG



Mãe de menina desaparecida há dois meses vai pedir ajuda à Assembleia Legislativa


Tatiany Ferrari, mãe de Emily, participa de audiência nesta quarta-feira (3)

Sem pistas sobre o paradeiro da filha há dois meses, a mãe da garota Emilly Ferrari, de 8 anos, vai ao plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais compartilhar sua dor e pedir uma solução para o caso na quarta-feira (3).  

Tatiany Ferrari falará sobre o drama familiar durante uma audiência da Comissão de Direitos Humanos em Belo Horizonte. Ela vai usar o tempo destinado a denúncias feitas pela sociedade civil, já que os deputados ainda estudam uma data para discutir o caso.  

O advogado de Tatiany, Diogo Emanuel Sena, também pretende apontar o que considera falhas na investigação policial.  

— A cada dia que passa sem notícias ela morre mais um pouco, não sei como aguenta ficar de pé. Enquanto isso, o pai e a madrasta, que tiveram o pedido de prisão negado, continuam vivendo normalmente em Itaiobeiras. Vamos relatar falhas e ausências da autoridade policial.  

A mãe da criança viaja para Belo Horizonte acompanhada por um psicólogo e um ativista dos direitos da criança.  

Na última semana, a Justiça negou o pedido de prisão para o pai e a madrasta de Emilly, que são considerados suspeitos pelo desaparecimento. O casal mora em Itaiobeiras, cidade vizinha a Rio Pardo de Minas. O delegado que investiga o caso, Luis Cláudio Nascimento, tenta reunir provas para perdir novamente a prisão. 

— Estamos em diligências para reunir novos elementos e pedir a prisão dos dois.

* Do Portal R7.