Gente Buscando Gente

Produtor cultural desaparece em viagem entre SP e Rio


Produtor cultural Giuliano Ricca deixou SP em 19 de outubro e sumiu.
Família pede qualquer informação que possa levar ao paradeiro dele.


O irmão do ator Marco Ricca, o produtor cultural Giuliano Ricca, de 47 anos, está desaparecido desde 19 de outubro, segundo comunicado divulgado nesta quinta-feira (11) pela família. Ele deixou São Paulo de carro e desapareceu a caminho do Rio de Janeiro.
Marco e Giuliano são sócios em uma produtora em São Paulo que tem como projetos diversas peças de teatro, como "Uma Vida no Teatro", com os atores Francisco Cuoco e Ângelo Paes Leme, e "Adultérios", com o ator Fábio Assunção.

O desaparecimento aconteceu após Giuliano deixar a capital paulista em seu carro, uma CRV preta placa EMO 9888, pela Rodovia Presidente Dutra.

A Secretaria da Segurança Pública de São Paulo confirmou que o caso está sendo investigado pela delegacia de desaparecidos do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Não foram divulgados, no entanto, detalhes da investigação.

No comunicado, o ator Marco Ricca, que atualmente interpreta Fernando na novela Boogie Oogie, da TV Globo, diz que o desaparecimento não foi divulgado antes "para não prejudicar o andamento das investigações e nem comprometer o sigilo das informações". Giuliano mora em São Paulo e viajava para o Rio quando sumiu por causa de compromissos profissionais.


Confira o comunicado do ator sobre o desaparecimento:

"Eu e minha família estamos passando por um momento muito difícil. Desde o dia 19 de outubro de 2014, meu irmão Giuliano Ricca, produtor cultural, desapareceu enquanto viajava em seu carro CRV Preta, placa EMO 9888, saindo de São Paulo para o Rio de Janeiro, pela Rodovia Presidente Dutra.

Durante todo este tempo contei com o apoio da Polícia Civil de São Paulo, que investiga o caso. A decisão de não divulgar o desaparecimento do Giuliano, até agora, mesmo com indagações por parte da imprensa, foi para não prejudicar o andamento das investigações e nem comprometer o sigilo das informações.

Porém, chegamos a um ponto em que qualquer dado sobre o paradeiro do meu irmão é fundamental para a conclusão do caso. A família agradece o trabalho incansável da Polícia Civil de São Paulo, a solidariedade dos inúmeros amigos e o apoio da imprensa na publicação da foto abaixo.

Para informações sobre o Giuliano, por favor, entrar em contato com Centro de Comunicações do DHPP - CECOP, através do telefone (11) 3311-3950 e através dos emails cecop.dhpp@policiacivil.sp.gov.br e sia.dhpp@policiacivil.sp.gov.br

Marco Ricca”