Gente Buscando Gente

QUADRO DESAPARECIDOS

Uma das mais importantes ferramentas para ajudar a encontrar desaparecidos



No final do ano passado nós pesquisamos os estados brasileiros onde emissoras de televisão realizavam o “Quadro Desaparecidos”, um formato de exibição de fotos e cartazes de pessoas desaparecidas na TV onde um repórter entrevista os familiares em algum ponto fixo da cidade e dão a estes a oportunidade de contar as circunstancias do desaparecimento.

Quase sempre acontece ao vivo nos telejornais regionais que vão ao ar no horário do almoço. Em 2013 apenas seis emissoras realizavam o quadro.

A boa notícia é que neste ano o número subiu para oito. Em cada um destes estados o objetivo é o mesmo, levar esperança aos familiares que sofrem com a angústia do desaparecimento.

Saiba em quais estados há o “Quadro Desaparecidos".


BAHIA

Na Bahia o “Quadro Desaparecidos” é realizado pela TV Bahia, afiliada da Rede Globo no BATV 1ª Edição. O ponto de encontro com as famílias é na Praça da Piedade, no centro de Salvador. De lá elas participam ao vivo toda quarta-feira.

Mais informações: http://g1.globo.com/bahia



A TV Aratu, afiliada do SBT também realiza uma versão do “Quadro Desaparecidos”. Toda quarta-feira no Programa Que Venha o Povo são exibidos apelos gravados. O quadro estreou em 2008.





CEARÁ

No Ceará o “Quadro Desaparecidos" é realizado pela TV Verdes Mares, afiliada à Rede Globo. Familiares e amigos de desaparecidos se encontram na Cidade das Crianças, no centro de Fortaleza. Acontece a cada 15 dias no CETV 1ª edição. Nas duas primeiras edições do quadro, seis pessoas foram encontradas depois da divulgação de parentes durante o telejornal.






GOIÁS

É realizado pela TV Serra Dourada, afiliada ao SBT. Acontece toda terça-feira. Mostra o apelo de pessoas que perderam contato com a família, focado no reencontro de pai, mãe e irmãos.





ESPÍRITO SANTO

O “Quadro Desaparecidos” é realizado em Vitória pela TV Gazeta, afiliada à Rede Globo. Estreou em abril deste ano e tem sido a principal aposta no Estado para localizar desaparecidos. O encontro com as famílias é na Praça Costa Pereira no centro de Vitória. Acontece a cada 15 dias.





MINAS GERAIS

Em Minas o quadro é realizado pela TV Integração, afiliada à Rede Globo na região de Juiz de Fora, na Zona da Mata. Lá ele recebe o nome de “Quadro Reencontro”, mas tem o mesmo formato do tradicional “Quadro Desaparecidos”.

Os familiares que querem contar com a divulgação de parentes desaparecidos durante o MGTV 1ª edição devem enviar e-mail para a emissora ou ir até a sede, localizada na Rua Ewbank da Câmara, número 46, Bairro Mariano Procópio.

Uma equipe de jornalismo realiza uma visita na casa da pessoa para conhecer e gravar a história de busca.

O e-mail para solicitar a participação é o (reencontro@tvintegracao.com.br).






A região Leste de Minas Gerais também já teve sua versão do "Quadro Desaparecidos". Foi realizado durante o ano de 2013 pela TV Leste, afiliada da Rede Record em parceria com a ONG Gente Buscando Gente. Sua última transmissão foi em janeiro de 2014 quando foi extinto da programação.

O encontro com as famílias era toda quinta-feira na Praça Getúlio Vargas no Bairro de Lourdes em Governador Valadares. Lá uma equipe de jornalismo da emissora entrevistava os familiares ao vivo para o Programa Balanço Geral.

Na praça os voluntários da entidade cadastravam as histórias para acompanhamento posterior. Através da parceria aconteceram localizações em vários estados. Os reencontros eram feitos em parceria com outras afiliadas da Record que geravam as imagens para que a TV Leste exibisse na região Leste do Estado.






PARÁ

No Pará o “Quadro Desaparecidos” é realizado pela TV Liberal, afiliada da Rede Globo no Jornal Liberal 1ª Edição. O encontro com as famílias é toda terça-feira na Praça da República em Belém.

Mais informações: http://g1.globo.com/pa/para/





SANTA CATARINA

Em Santa Catarina é realizado pela RBS TV, afiliada da Rede Globo. O Jornal do Almoço estreou o “Quadro Desaparecidos” em agosto de 2012. Desde então é exibido nas terças-feiras direto do centro de Florianópolis, no Largo da Alfândega onde a repórter Graziane Ubiali se reúne com as famílias, que buscam ajuda para solucionar os casos.

Já no primeiro ano de exibição 22 pessoas foram localizadas.






SERGIPE

No Sergipe é realizado pela TV Sergipe, afiliada da Rede Globo. Acontece toda segunda terça-feira de cada mês no setor de artesanato no mercado central de Aracajú. A emissora realiza o quadro desde abril de 2008.


Mais informações: http://g1.globo.com/se/sergipe/