Gente Buscando Gente

Procuro a minha família


Aristides José de Oliveira, 68 anos, mora em Contagem/MG e há mais de 60 anos não vê os pais e os sete irmãos deixados em Machacalis no Vale do Mucuri em Minas Gerais.

Ele saiu de casa aos 9 anos quando resolveu aceitar um trabalho de cozinheiro para um grupo de baianos que estava na região de Machacalis. “Minha família não tinha condições financeiras para sustentar os filhos. Por conta própria, decidi ir com eles para ficar fora uns dois anos”, relembra. O aposentado partiu depois de receber autorização da mãe, Lurcinda Maria de Jesus.

Nos dois anos seguintes, ele trabalhou como ajudante de madeireiro em várias cidades perto da terra natal e voltou para casa. Lá, chegou a ganhar um dinheiro com dois dos irmãos, Osvaldino e Emanuel José de Oliveira, abrindo valas. “Mas a situação não melhorava, e resolvi ir embora de novo. Aprendi a rodar por aí”, comenta o aposentado, que viajou ainda para cidades da Bahia e do Espírito Santo.

No início dos anos 70, três anos depois de se casar, Aristides procurou os familiares em Machacalis, mas eles não moravam mais na cidade, e a informação recebida era de que o pai dele, ANTÔNIO JOSÉ DE OLIVEIRA, tinha morrido.


Ele não tem mais esperança de encontrar a mãe e pelo menos quatro dos irmãos - duas mulheres (MARIA RITA e ADENIZA MARIA DE JESUS) e dois homens (ADÃO e CLEMENTE JOSÉ DE OLIVEIRA) - vivos. Porém, acredita que ainda poderá dar um abraço em EVA MARIA DE JESUS, OSVALDINO e EMANOEL.