Gente Buscando Gente

Dúvida deixa família desesperada



Diz o adágio popular que “enquanto há vida, há esperança”, mas a experiência de quem vive a situação de uma pessoa desaparecida mostra que a incerteza se ainda há vida pode, sim, ser pior do que a morte.

Conheça os casos mostrados no Quadro Desaparecidos realizado em parceria com a TV Leste que acontece toda quinta-feira na Praça Getúlio Vargas em Governador Valadares.



Rita Bebiano Gonçalves (foto) procura pelos pais JOAQUIM FRANCISCO BORGES e pela mãe BERTULINA BEBIANO.

Rita morava com os filhos na fazenda Barro Azul em São Vitor em 1967 quando os pais saíram de Bananal do Pipiti – próximo a Itabirinha de Mantena com destino a Mato Grosso (não sabe dizer se foi para o MT ou MS).

Depois disso nunca mais tiveram notícias.



Herlandes de Fátima de Souza procura pelo filho BRUNO DE SOUZA ANDRADE (foto) de 19 anos que saiu de casa na quarta-feira, 06 de fevereiro para andar pelo bairro como era de costume e não voltou. Ele é especial e estuda na Apae de Governador Valadares.


Antônio Barelli da Silva (foto) procura pela irmã ESTER MORAES DA SILVA. Ele perdeu o contato com ela há cerca de 30 anos quando ela teria se mudado para Cachoeiro do Itapemirim – ES. Ele conta que ela morava em uma casa perto da rodoviária. A irmã teria perdido um filho recentemente (dois anos) em um acidente na construção civil.


Amélia Rosa dos Santos procura pela filha HÉLICA CRISTINA DOS SANTOS (foto).

Ela foi trabalhar em Foz do Iguaçú em 1994, chegou a voltar uma vez para visitar a família e retornou. Após isso enviou cartas, mas a mãe as perdeu em uma enchente.

Há cerca de cinco anos não dá notícias.


Leobino Genésio de Magalhães (foto) procura pela mãe SEBASTIANA VIEIRA. Sua mãe mudou para o Paraná quando ele tinha doze anos deixando ele “pelo mundo afora” conforme conta. Há cerca de vinte anos ele teve noticias de que ela estaria morando em Campo Mourão – PR.

O companheiro dela se chama José Mota de Ameda, ambos são de Tumiritinga – MG.

Ela teria uma filha chamada Fátima Mota de Ameda.


Nivalda Ribeiro de Abreu procura pelo filho MAIGDION RITLE RIBEIRO (foto) que desapareceu em Governador Valadares no dia 14/03/2011. Hoje ele tem 24 anos.


Rosemary Euzébio Ferreira procura pela mãe MARIA APARECIDA FERREIRA (foto) que foi embora quando ela tinha seis meses de idade. Ela foi devido a desavenças com o companheiro. Ficaram para trás três filhos, sendo que uma hoje já é falecida.


Rita de Cássia Santos procura pelo filho RITCHELLY JEFFERSON SANTOS (foto). Ele foi para Vitória – ES em 2010 para trabalhar em um quiosque em Coqueiral e não deu mais notícias para a família.


Maria dos Anjos Souza da Silva procura pelo irmão SÉRGIO DE SOUZA LIMA (foto) que desapareceu em Governador Valadares em setembro de 2011. Hoje ele tem 51 anos.


Maria de Fátima Gonçalves (foto) procura pelo filho SIDNEY LOPES GONÇALVES que foi entregue à adoção em Governador Valadares (Bairro São Pedro), há cerca de 35 anos.

Segundo ela o filho foi adotado por um médico de Governador Valadares.

Ela teve uma informação de que o filho hoje trabalha no Corpo de Bombeiros de Ipatinga.


Sonia Mara Pimenta (foto) procura pelo filho que sumiu de dentro de sua casa quando ele tinha oito meses de nascido. Ele não era registrado e ela afirma suspeitar que na época o pai da criança pagou alguém para subtraí-la porque ele teria o desejo de vingança por ela ter se separado dele. O caso aconteceu em 1989 e foi notícia no Diário do Rio Doce.


Farlei Meireles Vieira procura pelo irmão WILLIAN MEIRELES VIEIRA (foto) que desapareceu no dia 23 de março de 2012. Ele saiu para trabalhar na chácara do pai no Bairro Industrial em Governador Valadares, depois de dois dias que estava lá ele teria ido ao Bairro Penha onde foi visto pela última vez.


Lourdes Maria Pinheiro dos Santos procura pelo irmão ZENILTON PINHEIRO DOS SANTOS (foto) que não tem notícias desde 2010. Ela conta que em uma noite ele saiu para andar pelo bairro como era costume, porém não mais voltou. Ele faz uso de medicamentos controlados.


SE VOCÊ TEM INFORMAÇÕES SOBRE ESTES CASOS
LIGUE (33) 3089 0547